Anomalias do Ritmo Cardíaco: Bradiarritmias Fetais

As arritmias cardíacas fetais ocorrem em 1 a 3 % das gestações, sendo na grande maioria das vezes do tipo benigna, de evolução satisfatória.

As arritmias malignas ocorrem em apenas 10 % dos casos, podendo evoluir com hidropsia fetal, condição de altíssima mortalidade, necessitando intervenção
terapêutica urgente. (Strausburger, 2000)

A propedêutica cardiovascular fetal inicia-se com o exame obstétrico de rotina avaliando o ritmo cardíaco por meio do sonar e quando se detecta uma
arritmia é necessário complementar com a ecocardiografia para afastar a presença de um defeito estrutural cardíaco. (Machado, 1988)

Para o estudo do ritmo cardíaco, inicialmente tentou-se utilizar o eletrocardiograma fetal (Schenker, 1979), mas este se mostrou tecnicamente limitado e falho, devido à interferência dos batimentos maternos. A partir de então, a ultrassonografia assumiu um papel importante, com a introdução do ecocardiograma
modo-M e Doppler.

Embora tecnicamente seja possível a realização da ecocardiografia pré-natal a partir da 14ª semana, recomenda-se a realização da ecocardiografia a partir da 20ª semana de gestação até o termo. (Lopes, 1990)

As melhores imagens são obtidas entre 25 e 35 semanas. No período mais próximo ao final da gravidez, a diminuição da movimentação fetal e da quantidade
do líquido amniótico prejudica a qualidade da imagem bidimensional. (Zielinsky, 1996)

O ritmo cardíaco e a sequência atrioventricular são analisados a partir do modo-M, do Doppler e do mapeamento de fluxo a cores. No modo-M é possível avaliar a mobilidade das paredes atriais e ventriculares, determinando a frequência de cada uma, auxiliando na determinação do tipo da arritmia. (Kleinman, 1999; McCurdy, 1995)

Contate-nos!

Atendimento online indisponível no momento. Envie sua mensagem e retornaremos o mais breve possível.

Olá! Como posso ajudar?

Clique para enviar

Para mais informações

Seu nome (obrigatório)
Seu telefone (obrigatório)
Seu e-mail (obrigatório)
Seu interesse
Comentários
×

Para mais informações

Seu nome (obrigatório)
Seu e-mail (obrigatório)
Sua mensagem
×