Cardiopatias Congênitas com Obstrução do Esvaziamento do Coração Esquerdo

INTRODUÇÃO

As cardiopatias congênitas são as malformações mais freqüentes ao nascimento, apresentando incidência estimada entre 3,5 a 12 em cada mil recém-nascidos (HOFFMAN, 1995). As malformações cardíacas, quando ocorrem isoladamente, são seis vezes mais freqüentes que as anomalias cromossômicas e quatro vezes mais freqüentes que as anomalias do tubo neural, embora a associação entre cardiopatia congênita e anomalias cromossômicas ou outras anomalias extra cardíacas seja comum (SMALL, 2004). Considerando-se a elevada taxa de abortamento que ocorre no primeiro trimestre, em geral causada pela presença de anomalias cromossômicas e anomalias estruturais graves, estima-se que a incidência de cardiopatia congênita intra-uterina seja até cinco vezes maior que no neonato. (HOFFMAN, 1995).

Contate-nos!

Atendimento online indisponível no momento. Envie sua mensagem e retornaremos o mais breve possível.

Olá! Como posso ajudar?

Clique para enviar

Para mais informações

Seu nome (obrigatório)
Seu telefone (obrigatório)
Seu e-mail (obrigatório)
Seu interesse
Comentários
×

Para mais informações

Seu nome (obrigatório)
Seu e-mail (obrigatório)
Sua mensagem
×