Malformações

Taquiarritmias Fetais

INTRODUÇÃO O processo gestacional é uma situação que gera inúmeras expectativas para uma família, e a ocorrência de uma patologia congênita e suas conseqüências, podem acarretar uma desestruturação, principalmente quando diagnosticadas no período pós-natal. (Muller, 2005). Nas últimas décadas a medicina tem demonstrado um considerável avanço técnico-científico. A evolução dos conhecimentos e sua imediata aplicação […]

Anomalias De Ritmo Cardíaco Fetal: Uma Visão Prática

INTRODUÇÃO A possibilidade de detectar e tratar alterações do ritmo cardíaco durante a vida intra-uterina constitui-se num dos grandes avanços da cardiologia fetal. Alguns métodos diagnósticos têm sido elaborados para a monitorização elétrica, mecânica, anatômica e funcional cardíaca. A utilização do eletrocardiograma fetal (ECG Fetal) trans-abdominal tem sido descrita desde 1920 por Bazett. O ECG […]

Uma Revisão Sobre Malformações Cardíacas: Anomalia De Ebstein, Truncus Arteriosus Communis, Ectopia Cordis E Tumores Cardíacos.

INTRODUÇÃO As doenças cardíacas congênitas (DCC) são a principal causa de óbito neonatal e infantil, não somente devido à complexidade das malformações, mas também devido à sua incidência elevada. Sua incidência estimada é de 7,5/1.000 nascidos vivos, se considerarmos apenas os casos moderados e graves, sua incidência é de cerca de 6/1.000. (Hoffman, 2002) O diagnóstico pré-natal […]

Utilização do Amniopatch para o Tratamento de Rupturas Iatrogênicas de Membranas

INTRODUÇÃO A membrana fetal é formada pelas camadas amniótica e córiodecidual. A sua manutenção durante a gestação é importante para manter o líquido amniótico, a homeostase e a defesa contra infecções ascendentes. A ruptura prematura pode ser espontânea ou iatrogênica e é definida como a ruptura da membrana que ocorre antes do início do trabalho […]

Tratamento Intrauterino de Linfangiomas com OK-432

INTRODUÇÃO Este trabalho visou analisar as possibilidades de tratamento dos linfangiomas, incluindo os resultados obtidos com o tratamento intrauterino dos linfangiomas com a aplicação do agente esclerosante conhecido como OK-432. Este método de tratamento ainda durante a gravidez tem-se apresentado como uma opção interessante, na medida em que reduz os riscos de um procedimento cirúrgico, […]

Doença Renal Policística Autossômica Recessiva / Doença Renal Policística Autossômica Dominante / Rim Multocístico Displásico / Nefrose Congênita do Tipo Finlandês

INTRODUÇÃO As anomalias congênitas do trato urinário são responsáveis por grande parte das alterações que levam a insuficiência crônica e a falência renal na infância. (Macedo 2003) A incidência de anomalias estruturais do sistema geniturinário varia entre 20-30% dos achados no exame ultrassonográfico do segundo e terceiro trimestres. (Isfer, 1996) Diferentemente de outras anomalias, as […]

Uropatias Obstrutivas

INTRODUÇÃO As malformações do trato urinário fetal correspondem a aproximadamente um terço do total das alterações diagnosticáveis durante o pré – natal. Dentre elas, as uropatias obstrutivas são as mais freqüentes. A maioria das anormalidades do trato urinário são diagnosticadas durante o exame ultrassonográfico detalhado de segundo trimestre de gestação. No entanto, com a realização rotineira da […]

Íleo Meconial – Peritonite Meconial

INTRODUÇÃO As malformações pré-natais do trato gastrintestinal estão sendo reconhecidas com maior frequência.Isto em parte ocorre devido à melhora do avanço tecnológico na imagem ultrassonográfica, bem como à melhor compreensão pelo ultrassom das manifestações gastrintestinais. Com frequência o sinal ultrassonográfico inicial para a malformação é um sinalindireto. Mais do que a observação da própria anomalia […]

Tumores Intracranianos Sólidos Congênitos

INTRODUÇÃO Tumores intracranianos diagnosticados no período fetal são muito raros. Sua localização, comportamento biológico, resposta à terapia e tipos histológicos são diferentes daqueles encontrados em pacientes de outras faixas etárias. Estima-se uma incidência de 0,34 por 1 milhão de nascidos vivos, sendo responsáveis por apenas 0,5 a 1,9% de todos os tumores da infância. (CAVALHEIRO, 2003) Existem […]

Contate-nos!

Atendimento online indisponível no momento. Envie sua mensagem e retornaremos o mais breve possível.

Olá! Como posso ajudar?

Clique para enviar
[contact-form-7 404 "Not Found"] ×

Para mais informações

Seu nome (obrigatório)
Seu e-mail (obrigatório)
Sua mensagem
×