Utilização do Amniopatch para o Tratamento de Rupturas Iatrogênicas de Membranas

INTRODUÇÃO

A membrana fetal é formada pelas camadas amniótica e córiodecidual. A sua manutenção durante a gestação é importante para manter o líquido amniótico, a homeostase e a defesa contra infecções ascendentes.

A ruptura prematura pode ser espontânea ou iatrogênica e é definida como a ruptura da membrana que ocorre antes do início do trabalho de parto, independentemente da idade gestacional.

Com o avanço dos estudos ultrassonográficos e dos programas de rastreamento de anomalias fetais, ocorreu um aumento dos procedimentos invasivos e conseqüentemente, o de rupturas iatrogênicas principalmente em idades gestacionais mais precoces. A técnica do amniopatch tem revelado-se uma opção de tratamento efetiva para o selamento das membranas, com resultados positivos em até dois terços dos pacientes e é uma esperança para a redução da morbidade e mortalidade materno-fetais devido a amniorrexe prematura.

[contact-form-7 404 "Not Found"] ×
[contact-form-7 404 "Not Found"] ×